Março em Viagem.


Hoje amanheci um "Ouro Preto"... com ladeira quitanda padeiro. Hoje amanheci querendo ser olhar de pedra incrustada, na terra ali de anos fincada … parada... sem jeito, por séculos. E só. Mais nada. Hoje amanheci mineira … faceira fotógrafa etnógrafa. Amanheci namorada menina buchuda... de quase tudo. Hoje, depois dessa chuva, sou nega das Minas. E sou capaz de gerar desertos meninos estradas. Tudo em poesia. E só. Só isso. Só nada. "Ouro Preto". Hoje amanheci com saudade. Te esquecendo. Chorando a falta. Remexendo em algumas memórias. Pretas. Puras. Minhas... e Mais nada. É bom estar de passagem... é que hoje amanheci pura saudade... longe da cidade, longe de você. E nada. e Só... sinceridade. Hoje amanheci sabendo que eu fui poeira de estrada. Pra você passar.
E mais nada.

(02/04/10) (22/05/12) (10/12/12)
(27/05/13) (29/09/13) (30/03/15)

Comentários

Postagens mais visitadas