Era UMA casa muito engraçada...



A cidade já foi, de fato, vazia. Hoje é estrada de poesia, marcha pra um cem de chão...e carinho.
Tudo poeira pra matéria de poesia, como diria, Manoel da poesia...tudo matéria de felicidade.