Casa de Linda.

Era linda a casa da Linda... onde ela amou Bishop e poetizou estrelas. Era linda a casa da estrada, da rua de cima, onde de uma vista se alcança o balanço das cadeiras das negas quitandeiras... Até a dança de todas as ladeiras, era possível de ver da casa da Linda... Ôôôhhh, cidade bonita... Linda... A cidade preta da casa da Linda... Até a manhã, no seu acordar mais que frio... Era linda a manhã naquela casa, cheia de raios e cores e rastros... Até uns sapos, uns sapatos, e uns chocalhos... de tudo havia, perdido nos armários da casa da Linda... E como era linda, cheia de flores, e cheiros e uns segredos de amores, guardados nos cantos da casa da Linda... Casa que nos alvoroçava com os miados da gata, Liloca, e nos enchia de pólen, com seus jardins em plena vida... Era linda... A Casa Mariana, da Linda... Esquecida numa rua quase estreita, entre uma curva, um quebra-mola e uma esquina... Era linda a casa da Linda, em Ouro Preto, Minas Gerais. 

Postagens mais visitadas