adoro chuva. adoro carta.

deixa eu te contar um segredo.
essa chuva acalma em mim tudo o que é de fora.
e o que é de dentro. acalma vontade.
acalma estrada. acalma vida.
e mesmo assim, em mim,
parece tempo de colheita.
tempo de fartura. a chuva. 
tempo de criar pele nova.
de ficar nua pra ser outra.

deixa eu te contar outro segredo.
adoro chuva. adoro carta.
tudo em volta é gota por gota em dia de chuva.
e esse chiado que não dorme nunca. adoro.

e, aaaaaaaaai, de mim... pequena.
ai de mim que adoro suas cartas. 
adoro tudo que te escapa,
que escapole pra mim. adoro.
ainda mais carta molhada. expedida e enviada. pelos ares, pela chuva.
adoro. e mais nada.

Comentários

Postagens mais visitadas