Violeta Alcoforada.


JOSÉ AGORA (V. O.)
DESESPERO LOUCO
Não, não quero sua voz toda vez que estou no silêncio da madrugada de Lisboa.

JOSÉ AGORA (V. O.)
MELANCOLIA ETERNA
Não, não quero sua voz toda vez que estou no silêncio da madrugada de Lisboa.

JOSÉ AGORA (V. O.)
SAUDADE PROFUNDA
Não, não quero sua voz toda vez que estou no silêncio da madrugada de Lisboa.

Comentários

Postagens mais visitadas