Nha Kretcheu I.


Quando ela chegou, ele estava lá. Já. Sem avisar, nem nada. Ele estava lá, esperando na frente do cinema! E mesmo que houvesse o desejo que ele viesse, e que fosse tudo para sempre... Ela mesma não esperava nada... e comeu cebola crua no almoço daquele dia. Não esperava nada para um domingo tão chuvoso, tão no Porto. Talvez uma mensagem li(n)da baixando carinho... lbc... beijinhos... bom domingo... carinho... Só isso... E mais nada.

(18/10/2015)

Postagens mais visitadas