Terça-feira.

Toda terça-feira eu canto,
um canto assumido... sumindo...
Um canto sentido, sentindo tudo em pranto...
Ma(i)s cheio de amor.

Toda terça-feira... toda.
Eu canto.
Um pranto.
Um lamento, um suspiro...
Pelo tempo... Perdido.
Que não para!
Pela vida... que nunca se cala.
... dizendo pra gente,
com seu jeito ligeiro, de dizer...
como é que é que é que acontece... 
o inesperado... 
Como é que é que é... que se vive... 
involuntário, o sagrado... e fim.

A vida acontece toda terça-feira em mim.
Acontece sim.
A vida acontece em mim, Amor...
Tão linda... tão plena, Amor.
Acontece sempre. E mais nada.

Postagens mais visitadas