Filosofia de vida.

Na filosofia dos dias quentes, dos dias lindos... gosto mesmo é de te ter por perto. De te ter comigo. Para os dias de luta. Para os dias de festa! Gosto mesmo da sua vida. Na minha vida. Colhendo flores, plantando caminho... numa programação diferente. De desterro, de gengibre. E ausente da pretensa hegemonia de quem ignora. Os outros, os corpos. Outros. Asé... até e antítese. 
Veja bem, meu bem... Nosso ninho é nosso tempo e sábado será dia de reconhecimento... recolhimento e harmatan. Porque amanhã vamos lá para Ouaga, Amor... Vamos lá e voltamos e vamos de novo... voltando sempre ao centro do mundo. Do nosso mundo... nossa história.  Nossa terra, nossa escolha. Vamos lá, Amor... que já está ventando lá fora. E no céu tudo se teoriza e chora. Como agora.