Rainha dos Raios.

Um dia me mandaram chover, chover forte...
E correr pra bem longe... sempre em frente.

E eu fui... fui e voltei... rodopiei mil vezes.
Fui, voltei, cansei, esqueci... casei. voltei de novo.

Tudo o que me mandaram, eu fiz...
E tudo aquilo, em mim,
calaram uns raios, uns riscos...

Mas, de repente,
eu fiquei pra sempre...
Pra sempre desperta,
Dispersa e serena... suave.
Fiquei foi contente.
Rainha dos Raios.
Dona da laje.

Um dia me mandaram ser Sol...
Mas eu já não podia. Jamais.

Eu era já aquela...
Eterna. Rainha dos Raios, rainha dos raios.
Rainha dos Raios... Tempo bom, tempo ruim.

Postagens mais visitadas