Poéticas.

para fazer nascer poéticas da intimidade de um amor bonito,
poéticas da madrugada...
basta fechar os olhos, respirar profundo...

e beijar como quem come um gomo de caqui (até gozar),
ou como quem encosta numa nuvem, e voa...
até gozar poéticas... todas. muitas.

para tanto... para fazer nascer poéticas na intimidade de quem deseja, muito... neste nosso mundo... para que se sinta...
para fazer nascer em nós... basta cheirar o cangote e contar casos da ilha.

conversas de cozinha!

basta... caminhar por perto,
olhar de frente, às vezes...
e amar muito. amar sempre.
profundamente. às vezes. mas comigo.

para fazer nascer poéticas...
basta. e muito. saberes populares.
livrarias... asè. eparrei iansã. nosso sofá... e mais nada.

Postagens mais visitadas