Noites de Maio.

Naquelas ruas, sem gente nem vida...
foi-se embora a Margarida, 
que nunca gostou de mim.

Postagens mais visitadas