O dia de hoje.


Plantei sonoridade no apego da saudade...

fazendo de conta que eu sou o dia pra cantar a madrugada...
fazendo de conta que a vida passa com o passar das águas...

...e essa imagem da chuva caindo na minha janela,
me acalma a alma!

Postagens mais visitadas