quintal ou horta?


mas, fazer o que se atrofiar em raiz é também criar jardim pras coisas? ... é que hoje, no calor do dito que nunca foi escrito, querendo ser um encerrar de poucas horas, me dei conta de que estou de mala pronta. quase enfeitiçada, acalentada e feliz da conta. contente com minha gente, feliz com minha testa ... eu, que já nem sou tão cheia assim de cores, quase um tipo de mulher sem dia, nem sempre florida, querendo colher necessidade em hortas vizinhas ou até mesmo em cozinhas ... decidi ser feliz. ser de giz. é que sou mesmo é mesclada, com muita abertura pra panela, poesia e uma gota de fotografia ... e vim me fazendo em vendaval pra bagunçar seu quintal, meio pomar e duas roças ... e agora que acabou a noite, que acabou o dia, fiz de tudo pra não ficar eu sozinha, na minha. o amanhã é que é bão, ele é que é dia: de pegar estrada, de tomar banho de rio, de comer feijão de roça. não sei se há felicidade maior que a nossa ... liberdade de escolher fazer da vida quintal, horta ou pura roça ...






Postagens mais visitadas