Portfolio.

(ou Anotações de outras vidas.)

De tudo. E de todos.
E de tudo aquilo. E por todos. 
Outros.
Aqui eu desapareço e viro respingo de gente.

Porque, tem dias, que é impossível. 
É improvável!

Nesses dias, 
eu me escondo num azul escuro e profundo.


Postagens mais visitadas