Terceiro Planeta.


No escopo da saudade, da busca pela metade... encontrei você e encontrei você. E viramos um nó. de Três. Esverdeados de poesia. Esverdeados e famintos de estórias e de desertos. Ausentes do mundo das coisas da vida. Felizes... e infinitos. Só isso... e mais nada.

Postagens mais visitadas